Cultura

Drogaria São Paulo expõe painel artístico de Eliezer Nobre em unidade de Salvador

Criar laços afetivos e uma conexão regional com o público soteropolitano sempre foi um dos propósitos da Drogaria São Paulo. Pensando nisso, a loja situada no Shopping Salvador investiu na arte local, expressando as riquezas e diversidade da cultura baiana, por meio de um painel artístico personalizado. A obra foi criada pelo arquiteto e artista visual, Eliezer Nobre, especialmente para esta loja. Desde do dia 4 de agosto, os clientes e visitantes que estiverem na unidade da Drogaria São Paulo poderão realizar suas compras e apreciar as referências culturais, regionais, estéticas e, ao mesmo tempo, afetivas de diversos ícones urbanos e patrimônios arquitetônicos da cidade. 

Repleto de baianidade, o painel, de um metro de largura por nove de comprimento, composto em lona de PVC, traz, nas entrelinhas, referências simbólicas dentro de um contexto multiabrangente, contando a história de Salvador, desde a chegada dos portugueses, o navio negreiro e a escravidão. Além de destacar a mistura de raças: índios, portugueses e africanos, as baianas de acarajé dançando, os capoeiristas, Dorival Caymmi cantando, em metáfora com as lavadeiras, referenciando a canção A lenda do Abaeté. 

“A obra de arte é uma mensagem, ela pode servir como um poema, um conto. Nessas entrelinhas, eu costumo fazer uma abordagem filosófica, de reflexão, de subjetividade, de acolhimento e, ao mesmo tempo, de questionamento. A arte serve para isso”, declara Eliezer, que ainda ressalta que utilizou traços impressionistas, à base de tinta a óleo e PVA, para valorizar a essência e identidade cultural da cidade. “São linhas soltas, onde a massa de tinta expressa o desenho, o volume, a forma, a luz e a sombra. São traços sobrepostos para você criar uma massa forte, para dar cor e densidade. O trabalho tem que ter força, então o impressionismo é maravilhoso”, diz.

Fotos: Divulgação