Cultura

Jacobina recebe a Feira Artesanato da Bahia

Jacobina será a terceira cidade a receber a Feira Artesanato da Bahia, neste sábado(04/09) e domingo (05/09), das 10h às 21h, na Praça Rio Branco. Em cada edição, o evento promoverá a exposição e a comercialização de produtos de artesãs e artesãos, aquecendo o turismo e valorizando a cultura de cada região.

Na região que ficou conhecida pelas minas de ouro e rodeada por serras, rios, fontes e cachoeiras, Jacobina faz parte do Território Piemonte da Diamantina, que reúne as cidades de Caem, Miguel Calmon, Mirangaba, Ourolândia, Saúde, Serrolândia, Umburanas e Várzea Nova. Estes municípios são celeiros de artesãs e artesãos com trabalhos que refletem as suas manifestações populares, que destacam a cerâmica, trançados de fibras naturais, crochês, fuxico e bordados.

“Estamos com uma expectativa muito positiva para esta terceira Feira Regional do Artesanato da Bahia, agora em Jacobina. Convidamos artesãs e artesãos da região a participar deste momento ímpar de fortalecimento do artesanato baiano. As feiras são oportunidade de geração de renda para o segmento, que foi fortemente atingido pela pandemia”, comenta Ângela Guimarães, coordenadora de Fomento ao Artesanato da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte – Setre.

Em cada cidade o evento segue o protocolo municipal de combate à Covid-19. “Muito importante ressaltar que em todas as feiras são respeitados os protocolos sanitários como uso de máscara, álcool em gel, distanciamento entre os stands e exigência do ciclo completo de vacinação para os expositores”, completa Ângela.

Depois de passar também por Lençóis e Maragogipinho, o evento segue visitando as cidades de Vitória da Conquista (11 e 12/09), Cachoeira (17 e 18/09), Juazeiro(24 e 25/09) e Porto Seguro (02 e 03/10). 

A realização da Feira Artesanato da Bahia é uma iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), em parceria com a Associação Fábrica Cultural. O evento conta com o apoio das prefeituras municipais. 

PASSAGEM POR LENÇÓIS

Em Lençóis, a feira atraiu moradores e turistas ao histórico Mercado Cultural, construído às margens do rio que dá o nome à cidade. Nos dois dias, os visitantes tiveram a oportunidade de adquirir os produtos artesanais apresentados diretamente pelos produtores, dialogar e interagir sobre a riqueza dos processos produtivos.  O público também teve a oportunidade de conhecer a origem das técnicas utilizadas pelos criadores, que destacam a identidade regional do artesanato. 

Na programação do evento, Lençóis também recebeu o Encontro Regional de Artesãs e Artesãos, que contou com representantes de 10 municípios. Presidido por Ângela Guimarães, coordenadora de Fomento ao Artesanato da Setre, no encontro foram discutidos alguns temas, como propostas para uma melhor produção e atuação do profissional no mercado, além de serem apresentadas as políticas públicas do Governo do Estado para o setor.